Compartilhe Arte e Cultura!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

DSC04216  “Nós Marílias” é uma intervenção urbana de leitura de cartas de amor.   Cartas reais, escritas por pessoas de diferentes partes do Brasil e de países como Argentina, Espanha e Itália. Todas confidenciadas a artista mineira Nadja Dulci, que reside atualmente em Brasília.

A intervenção foi criada a partir do convite que Nadja recebeu para se apresentar na abertura do festival “Para Gostar de Teatro”, de Ouro Preto, cidade onde cursou Artes Cênicas. “A abertura do festival aconteceu na casa onde morou o poeta inconfidente Tomás Antônio Gonzaga, autor do livro de poemas “Marília de Dirceu”. Quis fazer uma homenagem aos personagens. Nessa intervenção somos todos Marílias e Dirceus, escritores de nossas histórias e do nosso amor. Busco quebrar o cotidiano, o movimento duro das cidades, transformando cada encontro num momento especial de trocar essas histórias”, conta.

As cartas compartilhadas chegam por correio eletrônico e assim que recebe, Nadja reescreve cada uma à mão. Ela acredita ser “uma maneira daquela história entrar por dentro, passar pelo corpo.” Na sequência, cada carta é colocada dentro de um envelope lacrado que só é aberto pela pessoa abordada na rua, que escolhe aleatoriamente uma história para ouvir. “Cada encontro é muito pessoal, é uma intimidade relâmpago, falando de amor, palavras fortes, porque as cartas de amor são sempre intensas”.

nosmariliascwb_003.jpg

Nadja conta ainda que recebe lindas cartas de pessoas de diversas classes sociais, idades e profissões. Histórias que até então ficavam restritas a dois e que agora são escutadas em praças, ruas, parques e avenidas. “É impressionante como a escrita impulsionada pelo coração é poderosa! Quantos escritores em potencial se permitem somente em alguns poucos momentos, a carta de amor é um desses.”

Pra quem ficou com vontade de dividir sentimentos e quer ver suas histórias lidas, o endereço para envio é: nosmarilias@gmail.com

|

|

+Arte - Nós Marílias – 1verso | Arte e Cultura

Deixe seu recado.

14 Comentários