Compartilhe Arte e Cultura!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Instituto Moreira Salles dedicará parte de sua programação anual para discutir os 50 anos do golpe militar que instalou a ditadura no Brasil.

Até 23 de novembro de 2014 – Instituto Moreira Salles

Captura de Tela 2014-05-22 às 13.01.49

A exposição exibirá fotografias do cineasta Jorge Bodanzky, fotos de Chico Albuquerque e Henri Ballot documentando o cotidiano, com a fotógrafa Maureen Bisilliat sobre Iemanjá. E ainda  trechos do documentário “Cabra marcado para morrer”, de Eduardo Coutinho, produzido em 1964 e que só pôde ser finalizado nos anos 1980 por conta da repressão militar.

A Caravana Farkas, projeto do fotógrafo Thomas Farkas que reuniu jovens cineastas para documentar a cultura popular brasileira nos anos 1960, também estará presente na exposição, com fotos da equipe e a exibição de Viramundo, documentário de Geraldo Sarno. Outro destaque também, serão duas paredes dedicadas às oito capas e quarta-capas da revista pifpaf, de Millôr Fernandes.

|

+info:

http://www.espacoriocultural.com.br

A Caravana Farkas – 1verso | Arte e Cultura

Farkas

Deixe seu recado.